20070920

Fugir ou morder o anzol?

Ai, eu já pensei,
Mandar pintar o céu em tons de azul,
Para ser original.
Mas só depois notei,
Que azul já ele é, houve alguém,
Que teve ideia igual.

Eu não sei se hei-de fugir ou morder o anzol
Já não há, nada de novo aqui, debaixo do sol

Já me persegui,
Por becos e ruelas de horror,
Caminhos sem saída.
Até que me perdi,
Sozinha sem saber,
De que cor pintar a minha vida.


(Anzol - Rádio Macau)



12 comentários:

Fontez disse...

fugindo nao seremos úteis, mordendo sim!
;)

Tiago R Cardoso disse...

Dos tempos em que existiam grandes musicas, agora também existem, mas na altura tinham um sabor especial.

marta disse...

Bom dia Fa, e OBRIGADA! :)
Que bom que é recordar o anzol dos Rádio Macau... esta musica, de alguma forma está presente desde a minha adolescência... durante muito tempo disse muito de mim, ainda diz um pouco, mas embora ela já não me descreva correctamente hoje, fê-lo em tempos, e é bom termos sempre presente quem somos e quem fomos.
Respondendo à tua pergunta, apesar de os meus maiores disparates terem sido qd fugi, há momentos em que temos mesmo de fugir... morder o anzol, parece-me um pouco suicida, mas mordi alguns, que não se revelaram assim tão maus... portanto... não faço ideia (olha que novidade :D ), é segundo o momento! ;)

Beijinhos e um bom fds!

Quint disse...

Na dúvida, mordo... sempre... só assim se aprende... já agora, obrigada pela confiança, mas não precisa de se preocupar pois não está nos meus horizontes ser candidato a deputado... a não ser que queira formar um partido...

antonio disse...

É mais seguro mandar pintar o céu de azul; nada existe de mais perigoso do que as cores com que pintamos a vida, quando decidimos não morder o anzol.

Mas esse é o risco a que somos chamados a correr. Atreves-te?

malu disse...

Nem por isso custa mais deixar-te 1 bjinho depois de morder o anzol - (ui!) :)

C Valente disse...

Cores, simplicidade, Boa
Saudações amigas
Bom fim de semana

Fontez disse...

com q entao estas na lua?
:)
bjs e bom fds!

Fa menor disse...

Fontez!...
Mas o que é que tás p'raí a dizer?!
Não sou eeeu!!!
É a personagem do teu conto...

bjs

Fa menor disse...

Fontez,
concordo que só teremos utilidade se o mordermos, mas também depende do tipo de anzol que se morder...


Tiago,
há músicas que são intemporais...


Marta,
algumas músicas pretendem transmitir algo e muita gente se revê nelas, conforme as vivências do momento e que não serão assim tão diferentes de pessoa para pessoa. Mas há anzóis e anzóis...

Bom fim-de-semana
Beijinhos


Quint,
...então vai mordendo... mas sê prudente! não venha p'raí algum envenenado, lol, ainda mais... do lado da política...
...partidos?! ...vade retro!!! LOL


António,
Perguntas se me atrevo...
Tenho uma boa dose de atrevimento!
E gosto de morder os anzóis... mas só daqueles como os da pesca desportiva... em que o peixe acaba por ser deixado livre. E mordo, sim, muitas vezes, mesmo arriscando-me, mesmo sem saber onde me meto, e às vezes dou-me mt mal... mas outras vezes... compensa, as cores são tão lindas!
Bjs


Malu, querida!
Beijinho grande para ti, sem medo de morder Aquele anzol...


C Valente,
As cores de uma vida bem vivida são lindas!
Saudações amigas e bom fim-de-semana

Fontez disse...

tava a reinar ctg.
claro está na lua não és tu.
:)
mas tb ja tiveste lol
[[]]

Fa menor disse...

Oh, Fontez!
Todos nós, às vezes, andamos um pouco com a cabeça no mundo da lua... são tantas e tantas as inquietações que, quem sabe, mais vale alhear-se do que vivê-las a sério! Às vezes apetece dizer "eu quero lá saber!"... sonhar é bem melhor que certas realidades que nos cercam!