sábado, 8 de dezembro de 2007

Imaculada Conceição



Dogma da Imaculada Conceição:
Maria foi concebida sem o pecado original.


Foi concebida, por obra e graça do Espírito Santo, sem mácula do pecado original, diferenciando-se assim de todos os outros mortais. Portanto, ela é cheia de graça, desde o momento de sua concepção.


Este dogma da Igreja foi definido no Século XIX, após uma longa reflexão e amadurecimento, e proclamado oficialmente por Pio IX, na Bula Ineffabilis Deus, em 8 de Dezembro de 1854.


Maria foi preservada do pecado original por estar destinada a vir a ser mãe de Jesus Cristo, o Filho de Deus que assumiu a nossa natureza humana.


Teve como pais São Joaquim e Santa Ana.



O Anjo disse a Maria:
«Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus. Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.»


Maria confiou e disse SIM:
«Eis a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra».

(Do Evangelho de hoje)



É nesta resposta conclusiva ao Anjo, que se manifesta a fé de Maria.


A fé consiste, assim, na entrega total a Deus, como fez Maria ao declarar-se escrava do Senhor. Uma entrega que leva a que Deus seja tudo na pessoa que nEle confia, e em que a pessoa se dispõe a fazer tudo o que agrada ao seu Senhor.



«Avé, cheia de graça, o Senhor está contigo»


Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, roga por nós, pecadores. Ajuda os teus filhos a dizerem, como tu, um SIM sem reservas.

8 comentários:

antonio disse...

Plena de Graça, como Eva nasceu sem pecado, Senhora da vida é ela quem esmaga a cabeça da serpente.

Fa menor disse...

A Virgem Maria, ao ser isenta do pecado original, constitui, de facto, a primeira vitória contra o pecado, simbolizado pela serpente. Ela é, sim, a Nova Eva, que vem intervir na obra da Redenção de todo o género humano.

quintarantino disse...

... desculpa, Fá... não sei que dizer...

Fa menor disse...

Não tens que pedir desculpa, meu amigo! Que estes assuntos não te inibam a visitar-me...

Ainda se mantém de pé aquele desafio de mandar um texto para o teu blog?
Ando a pensar seriamente nisso. Que achas da ideia de escrever sobre a fé, mesmo arriscando-me a que me caiam em cima?

quintarantino disse...

E ainda hesitas? Será um enorme prazer... quanto ao resto, cara amiga, ali quem gosta, gosta; quem não gosta, paciência... ou então que diga porquê...

C Valente disse...

Paz e amor , ao homens de boa vontade
Saudações amigas

marta disse...

Este é um post complicado...
Não é simples esse sim sem reservas... mas tb me parece que a ideia não é ser simples...

Beijo.

Fa menor disse...

Marta,
Não será nada fácil, não...
e para não ser tão difícil temos que ir buscar o alimento constantemente à raiz...


C Valente,
repito consigo:
"Paz e amor , aos homens de boa vontade"...
e aos de menor vontade, que o seu coração também seja tocado!


Quint,
então vou tentar...
obrigada pela oportunidade.