20090316

Comida dos Peixes



«Não só vos comeis uns aos outros, senão que os grandes comem os pequenos. Se fora pelo contrário era menos mal. Se os pequenos comeram os grandes, bastara um grande para muitos pequenos; mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande.»

In: Sermão de Santo António aos peixes

Santo António pregou aos peixes porque os homens não o queriam ouvir.
Estes peixes, metaforicamente, não deixam de ser os homens.

Se, naquele tempo, as injustiças eram enormíssimas, provocando grandes disparidades sociais, de modo que os grandes atrofiavam os pequenos, fazendo deles capachos de seus pés; este sermão continua mais que válido para os tempos pelos quais estamos a passar.

De carácter particular, são usados quatro exemplos de peixes que se referem a tipos comportamentais:
O roncador que simboliza os arrogantes;
o pegador, que simboliza os oportunistas;
o voador, que simboliza os ambiciosos;
e o pior de todos, o polvo, que simboliza o traidor e o hipócrita.

Ontem, como hoje, o mais grave de tudo é que são os grandes que comem os pequenos, ou seja são precisos muitos pequenos para alimentar um grande.

Santo António acusa-os igualmente de cegueira, vaidade e de terem maldade.

Estas repreensões são feitas com o objectivo de mudarem os homens, ou pelo menos fazê-los pensar, mesmo que não haja uma mudança rápida.

"Vós sois o sal da Terra"... e explica as razões pelas quais a terra está tão corrupta. Ou a culpa está no sal - os que pregam -, ou na terra - os ouvintes.

Não me estou a sentir muito capaz de ser sal... a minha voz não tem assim tanta força, sente-se fraca, silenciada, atrofiada...

Sinto-me é comida dos peixes, de grandes Tubarões.

12 comentários:

Paula Raposo disse...

Pois é. Também me sinto como tu. Beijos.

Canela disse...

Sabes... o que nos resta é a esperança e com ela a persevarança.

Cada um de nós, deve ser "o sal", pouco sal não se nota... mas se juntarmos muitos punhados de Sal...

Que achas?

boa semana

Fa menor disse...

Minhas amigas lindas,
... agora até nos querem obrigar a comer pão sem sal...

Mas realmente não podemos ser insossos.

Temos de ser "sal da terra" e "luz do mundo".
É certo que sozinhos pouco podemos, mas juntando todos os bocadinhos, podemos ser sal que tempera e evita a corrupção e luz a iluminar na escuridão!

Beijinhos Paula e Canela!

Maria Carmo disse...

Também gosto muito de Santo António, mas por vezes tenho a impressão que, se fosse hoje, até ele teria dificuldade em fazer ouvir a voz da compassividade e da razão!

Um abraço, já tenho coisas novas por lá...

Maria Carmo

Ailime disse...

Oh, amiga, óptima ideia esta de relembrar O sermão de Santo António aos peixes!
Como infelizmente continua bem actual e como continuamos a ser vítimas dos tubarões!
Que Deus nos ajude pelo menos a não ser como eles e a transmitir aos que nos rodeiam valores coerentes com uma correcta maneira de estar na vida, de modo a não prejudicar ninguém.
Um beijinho grande.

xistosa - (josé torres) disse...

Mas o peixe representado é uma garoupa ...
O roncador tem duas barbatanas dorsais e talvez um feitio mais esguio.
Mas já não tenho bem a certeza.
Conhecia todos os peixes.
TODOS!!!

E era um miúdo.
A garoupa só não tem a cauda assim ... e também possui umas barbatanas dorsais.
Mas as do roncador são inesquecíveis.

Coitado do polvo ...

Desculpe os comentários, mas não resisto, é superior ás minhas forças ...

preto [e] branco disse...

"Santo António"

Meu Santo amado e acarinhado.
Gosto do seu Poder, das suas mensagens/ensinamentos mas...
e o mundo de hoje? Será que "Ele" o acompanha e nos dá a força desejada?

beijinhos

silvino disse...

desde que o sal não desista da terra, a graça de deus poderá continuar a agir silenciosamente no interior do homem(:

Nilson Barcelli disse...

No essencial, o Homem não vai mudar.
Existirá sempre essa tendência, que lhe vem do instinto animal.
A cultura, a educação, etc., podem, no entanto, suavizar o "fenómeno", mas ele vai perdurar.
Acho eu.
Menorzinha, tem cuidado. Sardinha pequena deve ter cuidado com o carapau... eheheh...
Beijo.

Fa menor disse...

Boa, Nilson!
sardinha pequena... raia miúda...
mas que mania de se meterem com os grandes! :)
beijos



Silvino,
pois... o pior é até querem tirar a força ao sal!... :)
Beijo



Preto [e] branco,
no mundo de hoje estamos cá nós que temos de saber imitar os exemplos dos Santos... de Santo António, por exemplo...
se não o mundo está cada vez mais perdido.
Beijos


José,
vejo que percebe de peixes...
para caldeirada alguns são bons...
outros nem para caldeirada!
Beijos


Ailime,
os tubarões de hoje ainda parecem mais esfomeados... nunca se satisfazem... já dizia a canção: "Eles comem tudo!"
Beijos


Maria do Carmo,
ouvir até ouviam... ouvem... mas fazem orelhas moucas!
beijos

Fontez disse...

tb eu me sinto.
devorado.
tubarões.

bj iluminoso mui nobre amiga.

Fa menor disse...

Oh, Fontez, e eu cada vez mais.

Bjo solidário