20090813

Quando se desata o nó da garganta


"E do nada,
Se desata o nó da garganta
Quebra-se o vazio...

E, o grito atirado estilhaça o vidro
e sai pela janela como pássaro espantado...

(...)

escuto... olhos rasos
o eco"


(Fá Duarte, Grito - pintura e poema)

[Porque expressa magnificamente o meu estado de alma]

Mas
"Deus é para nós refúgio e fortaleza,
socorro na angústia, sempre pronto;
por isso nada tememos ainda que a terra se abale
e as montanhas no mar se precipitem;
mesmo que as suas águas rujam furiosas
e as montanhas tremam na tempestade"
(do Salmo 46)

14 comentários:

Anónimo disse...

Uma palavra doce para ti, querida Fá, que talvez ajude a interromper esse teu grito... Era o que eu gostava de aqui te deixar...
Mas não.
Grita, querida.
Que outro estado te poderá ser exigido?

Muita força.

"Aquele" abraço, Fá. E forte. Aquele que já esteve mais longe de ser dado. Até lá... Take your time...

Ovinho*

Isamar disse...

Um beijinho muito grande querida Fa. O teu blogue é um raio de sol que nos aquece e atenua as tempestades que abatem a alma de cada um de nós.

Beijinhos

Bem-hajas!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Ou sai numa voz cristalina....

"cantar é rezar duas vezes"

Beijinhos

Verdinha

teresa disse...

respondo-te com outro salmo.

o senhor é minha luz e minha salvação a quem hei-de temer ,
o senhor é protector da minha vida
de quem hei-de ter medo ....

beijinhos e muita força

Canela disse...

Venho aqui... apenas dar-te um beijinho.

Mais não digo... (é melhor!!!)

gaivota disse...

e quando não conseguimos desatar esse tal nó............
bom fim de semana, fa!
beijinhos

Gui disse...

Um salmo que nos faz encarar a vida com esperança. Afinal não estamos sós nem desamparados, mas quantas vezes desprezamos ou substimamos a apoio do Senhor.

Secreta disse...

É do nada que tudo nasce!
Beijito.

Mário Margaride disse...

Texto sentido e comovente.

Bom fim de semana

Um beijinho enorme querida amiga.

Mário

rosa dourada/ondina azul disse...

Querida Fa,

Que este grito te deixe mais leve
para a vida enfrentar!


Beijo com carinho,

avlisjota disse...

Olá Fá pareces o Munch a gritar! Gritar faz bem á alma e enriquece o espirito por isso grita... grita...
Vejo que pintas e que lindas pinturas, também compões musica e escreves poesia... gostava de falar mais contigo sobre musica e outros... é claro!
fica bem e boa semana!

Beijos

Fa menor disse...

Meus amigos,
as emoções não se podem sufocar por muito tempo, senão são elas que nos sufocam a nós... e parece que o grito está sempre à espreita do momento para se libertar...
mas tenho uma certeza: Deus não desampara os seus filhos!

____

Avlisjota,

não pinto.
nem esta pintura nem este poema são meus... mas revi-me neles.

quanto a compor música... nem por isso, gostar de cantar e arranhar uns acordes da viola...

e pronto, de vez em quando escrevo uns poemas...
________

Para quem possa ficar na dúvida:

A Fá Duarte não sou eu... há mais
Marias na terra lol
_____

Beijinhos para todos

Paula Raposo disse...

Sentido grito! Muitos beijos de ternura, Fa!

Fa menor disse...

Obrigada, Paula.

Bjins