20100905

Marcas...

Um dia a areia branca
Seus pés irão tocar
E vai molhar seus cabelos
A água azul do mar

Janelas e portas vão se abrir
Pra ver você chegar
E ao se sentir em casa
Sorrindo vai chorar

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante

As luzes e o colorido
Que você vê agora
Nas ruas por onde anda
Na casa onde mora

Você olha tudo e nada
Lhe faz ficar contente
Você só deseja agora
Voltar pra sua gente

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante

Você anda pela tarde
E o seu olhar tristonho
Deixa sangrar no peito
Uma saudade, um sonho

Um dia vou ver você
Chegando num sorriso
Pisando a areia branca
Que é seu paraíso

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Uma história pra contar
De um mundo tão distante
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Um soluço e a vontade
De ficar mais um instante

Debaixo dos caracóis dos seus cabelos
Roberto Carlos




16 comentários:

teresa disse...

tá muito engraçada a letra da musica ..
e debaixo dos caracois do teu cabelo amiga ? á muito para contar ? eh eh eh , gostei ..

beijinhos ..

Possato Jr. disse...

Olá!!!

A amiga sabe que esta música, de autoria do cantor brasileiro Roberto Carlos, foi feita em homenagem a um exilado político da época da ditadura militar no Brasil?

Esse exilado também é músico. Ambos são muito respeitados hoje. O tal homenageado é Caetano Veloso. A música canta o desejo do poeta de voltar ao seu país.

Lindo, né!?

Paz e Bem!!!

Fa menor disse...

Teresinha,
é claro que debaixo dos caracóis dos meus cabelos também há que contar... :) nem que seja uns brancos... lol

Bjins

--

Bom saber isso, Possato. Não, não sabia dessa homenagem, apesar de saber que Caetano também a canta. Mas é na voz do rei Roberto Carlos que as recordações me assaltaram...
Obrigada.

Paz e Bem!

O Árabe disse...

A música é linda, sim; boa escolha. :) E uma boa semana!

Nilson Barcelli disse...

Eu acho que nunca ouvi a canção.
E gostei mais ainda da letra depois da explicação acima do Possato Jr., da qual não fazia a menor ideia.
Querida amiga, boa semana.
Um beijo.

poetaeusou . . . disse...

*
debaixo dos caracóis,
há por vezes extensões !
srsrsrsr,
,
conchinhas,
ficam,
*

sérgio figueiredo disse...

Debaixo dos caracóis, há recordações que não se querem perder pelo seu jeito de ser e sempre tão vivo.

bj...nho

gaivota disse...

um dia...
esqueço-me do bilhete de volta...
nem o da lancha vou querer!
um dia... fá... fico-me por lá!
já andei a ver casas!!!!!!!!!!!
pois é, os rapazes conhecem-se, de certo...
já me lá quero de volta, sempre!
beijinhos

Lilá(s) disse...

Gosto imenso desta letra, só a conhecia ouvindo, acho que vou ficar com ela posso?
Beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Muito pior era ter piolhos debaixo dos caracóis...
Uma história sempre é mais tolerável e fica mais perto do cabelo.
Agora um soluço ...
(Madre mia!!!)

Cumprimentos

Baila sem peso disse...

As marcas das coisas boas
sempre debaixo dos caracóis!!...
oh, mas eu tenho o cabelo liso!?
e muitos brancos também fazem cói :))
e gostei da melodia
e pelo que tem por trás da sua magia!

Obrigada pela partilha!
A ternura é uma ilha
que navega noite e dia
em tanta melodia...
e deixa a marca da simpatia!:)

beijinhos Fa, em dia de Sol

Daniel Aladiah disse...

Querida Fá
Debaixo dos caracóis dos seus cabelos tudo pode acontecer...
Um beijo
Daniel

avlisjota disse...

É sempre agradável ouvir Roberto Carlos. A música e o poema são muitos lindos.

Conheço a música mas também desconhecia a homenagem a caetano veloso.

Grato pela partilha Sr. Possato Jn

Bjs fa e bom fim de semana!

uminuto disse...

que bom...comecei a canatrolar ao som desta letra. Há tantos anos que não ouvia isto!
um beijo

Nova Civilização disse...

Fa,

essa musica é muito linda...

beijinhos

Gisele

Vanuza Pantaleão disse...

Fa, minha querida!
Roberto, com essa música, agiu de uma forma mais que poética, ele foi corajoso, pois o Caetano havia sido preso pela ditadura e se auto-exilara na Inglaterra. Roberto Carlos sempre recebia críticas ácidas por ser um romântico, mas provou que o seu humanismo estava acima de tudo.
Palmas para você que nos trouxe essa grande recordação!!!
Beijossssss

Podes partilhar também aqui as tuas palavras