segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Pura Meiguice

Espreito a Primavera nos bicos canoros dos pássaros
Nas pétalas erguidas das flores
Nos sorrisos verdes dos prados
No espelho de água do lago
Nas metáforas brancas das nuvens
Na melodia soprada pela brisa
No aroma suave do céu
Nas cordas afinadas do sol
Na poesia viva das gentes que rasgam de sementes o chão.
E agradeço a Deus a meiguice do Seu olhar.

14 comentários:

Nilson Barcelli disse...

É meigo o olhar que vê a Primevara assim tão bem... e jovem...
Gostei, é um magnífico poema.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Baila sem peso disse...

Que meiguice no teu dizer!
Com ele partilhas com louvor
as Obras do Eterno aconchego do Crer

Boa semanita
Bjitos

teresa disse...

aiiiiiiiiii , a primavera ,,, hummm que bom ...

miga é tão bonito ver-mos Deus em todas as coisas ,,,, e porque todas as coisas são dele ,, feitas por ele.

jinhos ..

gaivota disse...

a primavera tem esse cheirinho, de meiguice!
muito lindo, fa
beijinhos

Alfa & Ômega disse...

Bem acertado o tema. Meiguice é mesmo o seu poema aqui postado. Assim como vc é meiga, convido-a para visitar e seguir: http://varandasazuis.blogspot.com O blog é de uma amiga muito sensível e poetisa como vc. Hoje mesmo ela postou um poeminha que é uma meiguice. Meu abraço e meu conselho: vá lá!

Pena disse...

Sublime Amiga:
"...Espreito a Primavera nos bicos canoros dos pássaros
Nas pétalas erguidas das flores
Nos sorrisos verdes dos prados
No espelho de água do lago
Nas metáforas brancas das nuvens
Na melodia soprada pela brisa
No aroma suave do céu
Nas cordas afinadas do sol..."

VOCÊ é simplesmente, encantadora.
Sem palavras mais.
Abraço de respeito profundo.
Grato e sempre a admirá-la

pena

Bem-Haja, divinal amiga.

Olinda Melo disse...

Olá, Fa
Só hoje pude vir até aqui para lhe dizer um "olá". E tive a sorte de encontrar este lindo poema em que se adivinham as primícias da Primavera e de forma tão inspiradora. É verdade, ela vem aí e já conseguimos sentir o seu cheiro no ar juntamente com este Sol que nos tem aquecido a alma.A música de fundo é absolutamente relaxante.

Bjo
Olinda

Ailime disse...

Olá amiga Fá,
Muito belo este poema.
Ao admirar a natureza é implícito o seu agradecimento a Deus pela Sua maravilhosa Criação.
Beijinhos da
Ailime

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Que poema tão bomito! Obrigada por nos afaagr a alma com este perfume!
Um beijinho.

Confessionário disse...

Tenho uma coisa muito importante para ti nesta Quaresma, lá no meu sítio.
Não perguntes porque te escolhi. Pensa que não fui eu...
Eu sei que ja te havia escolhido... mas é assim.
Espero que aceites

Nova Civilização disse...

Amiga Fa,

lindo o seu poema. Anuncia a vida!

obrigada

beijos

Gisele

Lilá(s) disse...

Obrigada por esta pura meiguice.
Bjs

Varanda Azuis disse...

Só pessoas sensíveis escrevem assim...com a alma!

Obrigada pelo carinho da visita e comentário...fiquei feliz!

bjos...

Eduardo Aleixo disse...

Agradeçamos e louvemos, sim. É grandiosamente bela a primavera. Bjos