20120822

Sabe a Sal


Sabe a sal. Sabe a vida.
Estende-se um manto de ondas silêncio a tocar o céu. Não quero perturbar esse repouso e respiro desajeitada um eco só.
Queria que a água poluída do meu rio se escoasse até às profundezas por entre as rochas negras e, depois, o leito se deixasse banhar, qual ninfa, nesse apetecido azul. E o mar subiria corpo acima até os peixes lhe brincarem nos olhos.
Quem foi, quem disse, que o mar dos olhos também sabe a sal?

14 comentários:

Ailime disse...

Olá amiga Fá,
Que poema inspirado!
Sim, quantas vezes o mar dos olhos sabe a sal, mas junto a esse outro mar o nosso espírito se apazigua e alma ressurge em toda sua leveza.
Desejo-lhe um dia pleno de sol.

Beijinhos.

O Árabe disse...

Sabe. Nos olhos e na alma. Boa semana, amiga!

Lilá(s) disse...

Também não quero perturbar o silêncio das ondas, comento atabalhoadamente e saio devagarinho...
Bjs

Ana Tapadas disse...

Prosa poética muito bela!

Beijinho e boa semana.

helia disse...

Sim, o mar dos olhos também sabe a sal ! Um texto poético muito bonito

Álvaro Lins disse...

Uma excelente prosa poética; e sabe a sal, sim!
Bjo

Nilson Barcelli disse...

Belíssimo texto.
E até descobriste por que são salgadas as lágrimas...
Beijo, querida amiga.

gota de vidro disse...


Que maravilha de texto...

Afinal sal têm as láfrimas, por isso temos o mar no olhar

Adorei

Bom fim de semana

bjitos da Gota

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

A água que nos habita,
sempre deseja
seguir seu rumo.
Devemos então,
aprender
a dar a ela
liberdade...


Vamos semear esperanças pelo mundo
com os nossos mais bonitos sonhos.

Vanuza Pantaleão disse...

Fa, queridinha, o poema é delicioso, mas o interessante é o uso do verbo saber (em Português de Portugal) como sinônimo de paladar. Legal!
Beijinhos que sabem a carinho!

Maré Viva disse...

Alguém disse, realmente, e tinha razão...
Lindo e inspirado texto!
beijos.

Jose Torres disse...

Parece-me que as lágrimas se nos irão secar.
Já nem vontade de chorar vamos ter.

(tirei hoje a publicidade do livro que tinha no m/blog. Não foi por falta de pagamento, não...rsrsrs)
Um bom domingo com a família.

© Piedade Araújo Sol disse...

excelente.
texto e foto.
beijo

GarçaReal disse...


A serenidade do mar enche os corações e o sal das ondas por vezes iguala o das lágrimas....

Belo


Bjgrande do Lago

Podes partilhar também aqui as tuas palavras