20141021

Caminhos...

«Todos nós já sentimos que não pertencemos a lado nenhum! Todos nós estamos por vezes perdidos e não conseguimos encontrar o caminho de volta, aquele caminho único e perfeito que nos conduz a uma paz interior que nos harmoniza e apazigua. Existem pessoas que se buscam mais incessantemente do que outras, trilham caminhos de certezas, constroem castelos de pedra sólida e chegam a mudar-se para lá, vivendo felizes e realizados nas suas torres e quartos luxuosos Existem também pessoas, que pelas mais variadas razões, apreciam incessantemente a beleza do seu caminho, acabando por não seguir o mapa que lhes foi entregue na excursão, preferindo em vez disso caminhar por aquela estrada de terra batida, mesmo que sofram de alergias ao pó ou tenham pés frágeis e calçado obsoleto. 'Estou Perdido' fala sobre esses caminhos, muitas vezes escondidos e evitados por não apresentarem comodidades, mas que existem por si mesmos e são por isso belos e eternos.»
"estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
ando tão esquecido
o mapa é tão comprido
não me consigo orientar

há quem nasça com outra atitude
pois para mim isto é natural
eu entendo seguir o meu rumo certinho
mas tudo me parece banal

estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
prometi a tanta gente que lá está
e não tenho tempo de avisar

estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
prometi a tanta gente que lá está
e não tenho tempo, vou falhar

às vezes tenho a sensação
de não ter mais nada para dizer
e se por um instante eu tiver razão
a verdade ninguém vai saber

porque vivo na minha esfera
e só assim consigo viver
faço malabarismos para me encontrar
mas no fundo quero-me perder

estou perdido não sei o caminho
mas agora não quero voltar
vou continuar o sonho neste sitio estranho
sem ter pressa de acordar

estou perdido não sei o caminho
mas agora não quero voltar
tenho luz à minha frente e
toda essa gente
que espera por mim pode aguardar

tenho luz à minha frente
e toda essa gente
que espera por mim pode aguardar

tenho luz à minha frente
e toda essa gente
que espera por mim pode aguardar"

7 comentários:

Ailime disse...

Olá Fá como vai amiga?
Lindíssimo momento!
Sem sombra de duvidas prefiro os caminhos menos cómodos, pois é através destes que, muito embora, aparentemente difíceis sei que me proporcionarão momentos de grande aprendizagem, beleza, paz e a luz de que fala o poema!
Beijinhos,
Ailime

Vanuza Pantaleão disse...

Um caminho, todos precisam de um...
Beijinhos, Fa!

Evanir disse...

Hoje estou passando somente para matar as saudades,
e marcar minha presença.
Sem duvidas levo no coração sua postagem.
Só assim valerá a pena minha presença aqui.
Um feliz continuar de semana .
Beijos..Evanir.
Quantas saudades!

luís rodrigues coelho Coelho disse...

O caminho que desejamos - A felicidade.
Certamente é fácil perder-se nesta caminhada, pois é um trabalho diário.
As outras preocupações desviam-nos por atalhos e nem sempre o regresso à estrada principal acontece serenamente.

Alguns acontecimentos mais fortes fazem-nos parar, ver e ouvir o verdadeiro sentido da vida.
Então recomeçamos tudo de novo.

Nilson Barcelli disse...

O que seria de nós se não fosse o GPS...
Não estou a falar daquele painelzinho que nos diz onde está a rua que procuramos. Estou a falar do nosso GPS interior que, pior ou melhor, nos vai dizendo qual é o caminho a seguir.
Bom fim de semana, querida amiga Menorzinha.
Beijo.

SOL da Esteva disse...

Ter ( e ver) Luz diante de nós é o fio que nos guia nos Caminhos que trilhamos, sem tropeçar.
Gostei.


Beijos


SOL

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, caminhos são necessários, o modo como os percorremos é que discutível, uns preferem caminhos fáceis, outros nem por isso.
AG

http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/