20070317

Deserto













Hoje
Só queria ter um pouco de deserto
Silêncio
Paz
Só sentir
Não pensar
Fugir
Do mundo que me sufoca
Me aperta
Que não me deixa encontrar

Gosto do deserto
Não da aridez
Mas da imensidão
Do espaço
Da liberdade
Para poder sair de mim
Do turbilhão
Que me envolve
Me oprime
E me constrange

No deserto
O vazio
A tranquilidade
A calma
É isso que me falta
Que procuro
Um oásis
No coração
Deus
Hoje


3 comentários:

elsa nyny disse...

Olá!!
adorei!
De facto ...ao ler-te...senti qu8e me lia a mim própria... realmente há coisas que não entendemos muito bem!
Eu também ando numa fase que é boa, mas que me apetece muito mais, estar sózinha...mas não so!

beijinhos!
:)

Esquilo disse...

olá amiga
Áté parece coincidência
Mas amiga da amiga Elsa só pode ser uma boa amiga
Boa musica
Gostei
Continua
e vai aparecendo
eu cá voltarei
para deixar uma
mão cheia de
Nozes de
ESQUILO

Anónimo disse...

Ás vezes parece o que o deserto é a solidão, mas a solidão é aquela que vive no nosso interior. O deserto é uma tranquilidade, e apesar de não existir Homens nele, o deserto traz a reflexão, se imaginar na aquela estátua do pensador podemos enquadra-la num deserto. Ou no meio da multidão, mas um pensador vive no seu pensamento o que é igual dizer viver só na multidão e enredado no pensamento

Podes partilhar também aqui as tuas palavras