quinta-feira, janeiro 19, 2023

Amor de mãe

Nada é pequeno no amor.
Aqueles que esperam por grandes ocasiões para demonstrar a sua ternura não sabem amar.

O meu amor é somado, jamais subtraído, sendo multiplicado e convosco dividido.

J.P.


T.J. e J.A.
Na vida existem coisas boas e coisas más,
para mim existem coisas boas, porque vos tenho mais perto de mim.


"Um amor mais forte que tudo, mais obstinado que tudo, mais duradouro que tudo, é somente o amor de mãe." (Paul Raynal)

quarta-feira, janeiro 18, 2023

O Cântico dos Cânticos

A Comissão que coordena a nova tradução da Bíblia da Conferência Episcopal Portuguesa  acaba de tornar público o texto provisório do Cântico dos Cânticos

pdf do texto na imagem:


"Num trabalho iniciado em 2012, e que conta com a participação de 34 investigadores, a tradução realiza-se a partir das línguas originais." (in: Educris|02.06.2022)

"O título de Cântico dos Cânticos é a tradução das duas primeiras palavras do texto hebraico desse livro: Shir hashirim. A expressão é uma forma de superlativo e significa 'o mais belo dos cânticos' ou 'o cântico maior'. 

Poema lírico de tema amoroso, o Cântico dos Cânticos "celebra encontros e desencontros entre dois amados, dando-lhes a palavra de forma alternada, num diálogo estruturado em forma narrativa e de encenação teatral"; "o tema, o género e algumas das imagens e metáforas utilizadas são comuns na poesia lírica dos povos vizinhos de Israel e de Judá no Próximo Oriente Antigo".

 "O erudito judeu Saadia Gaon (séc. IX-X d.C.) escreveu que o Cântico dos Cânticos era como uma porta fechada, da qual há muito se perdera a chave. Esta metáfora exprime bem a variedade e as subtilezas com que nas tradições judaica e cristã sempre se processou a sua leitura e interpretação. 

Mas, quer no judaísmo quer no cristianismo, impôs-se, desde muito cedo, uma interpretação alegórica do Cântico dos Cânticos: o amor entre os amados é imagem ou metáfora do amor entre Deus e o povo de Israel ou entre Cristo e a Igreja". 

"Nos últimos duzentos anos, a tendência tem sido para redescobrir a possibilidade de ler o Cântico dos Cânticos nos seus próprios termos, enquanto celebração do desejo apaixonado e do amor mútuo entre um homem e uma mulher".

"Trata-se, portanto, de poesia lírica de tema amoroso que celebra e descreve os avanços e recuos, o jogo de distância e intimidade que caracteriza a expressão do amor, na sua dimensão afetiva e sexual".

"O leitor actual não precisa de assumir uma interpretação em detrimento da outra. A tradição de leitura alegórica legou-nos um riquíssimo património literário e espiritual". 

"Por outro lado, ao assumir desta maneira o sentido literal, a exegese moderna e contemporânea reabriu a porta ao reconhecimento de que o amor entre homem e mulher é um lugar teológico a redescobrir: a beleza e sublimidade do encontro amoroso é dom divino e, por isso, sacramento da presença e intimidade de Deus com as suas criaturas."


terça-feira, janeiro 17, 2023

Desafio de amizade

Há coisas engraçadas! As pessoas lembram-se de começar certas correntes que nunca sei como acabam. No geral não sou muito virada para esse tipo de coisas, sobretudo quando envolvem superstições, prometem felicidade ou fazem ameaças se a corrente for quebrada. Aí, quebro-a sempre. E não é por isso que deixo de ser feliz ou que o mal me acontece. No caso particular desta corrente, recebi-a do Haras (http://www.sementinha-da-vida.blogspot.com/), que diz ser uma corrente de amor feita amizade, a que achei alguma graça porque pretende que revele um pouco de mim. Para mim não é uma corrente, mas sim um desafio ao qual vou responder, mesmo sabendo que estarei a revelar algumas coisitas que não me apetecia muito. Mas pronto, aqui vai. 
  1º- Quem admiro?
– Admiro algumas pessoas, mas particularmente, uma amiga querida, por estar sempre de bem com o mundo, apesar de todas as adversidades por que já passou.
2º- O que faço nas horas vagas?
– Nas horas vagas, mesmo vagas gosto de dormir.
3º- Características que mais gosto em mim?
– Gosto de sorrir (com os dentes todos, lol); gosto de me sentir jovem; gosto da cor dos meus olhos (azuis); e gosto de amar, melhor dizendo, gosto de me relacionar com todas as pessoas, vendo nelas, acima de tudo, o que têm de bom e tolerando o que têm de menos bom, o que nem sempre é tarefa fácil, mas é uma tendência natural que tenho para amar todos sem excepção e que me realiza.
4º- Meus defeito(s)?
– Perfeccionismo; inconformismo; impulsividade.
5º- O que não suporto nos outros?
– A prepotência, a arrogância e a crueldade.
6º- Medo(s)?
– Tenho receio de que os meus filhos não sejam felizes. E tenho pavor a cobras.
7º- Uma lembrança de Infância?
– São tantas as que me tornaram feliz! A convivência com a avó paterna, com as primas, com a tia, com o mano mais novo…
8º- Uma mania?
– Tenho a mania de mandar, mas depois, muitas vezes, acabo por fazer aquilo que mandei! Assim, quem já me conhece a mania, não faz logo o que mando ficando à espera que eu o faça. Mas, mesmo sabendo que muitas vezes não resulta, continuo sempre mandona.
9º- Uma viagem inesquecível?
– A Lourdes – França – com a família, de Renault 4L e atrelado/tenda de campismo!!! E outras! E outras! (Tenho saudades desse carrito mas, coitado, não podia durar sempre!)
10º- Um homem (mulher) famoso fisicamente bonito?
– José Mourinho.
11º- Livro de cabeceira?
– “Sete anos no Tibete” de Henrich Harrer... e outros..
12º- A canção da minha vida?
– Não tenho propriamente uma canção da minha vida. São muitas as que me tocam em determinadas alturas. Mas há um Salmo que gosto particularmente de cantar: “O Senhor é a minha herança” (do Salmo 16). 
13º- Sou péssima quando?
– Quando me tentam impor o que quer que seja ou me manipulem a obrigar a fazer opções. Aí fico mesmo furiosa. Quem me impõe alguma coisa leva para trás. Também sou má perdedora.
14º- Sou boa... a?
– Penso que sou boa (quase sempre) em tudo o que me proponho levar a cabo. Ou então sou muito convencida... 
 Resta-me agradecer ao Haras por me ter levado a reflectir nestas questões. É sempre bom interiorizar e exteriorizar coisas acerca de nós, para tentar ir modificando o que está menos bem. E agora, como é da praxe, vou passar o desafio a outros amigos, esperando que também ousem revelar algo de si. 

E... os desafiados são Pierrot, Enfim...e todos os que quiserem :)

sexta-feira, janeiro 13, 2023

Caminhos...

«Todos nós já sentimos que não pertencemos a lado nenhum! Todos nós estamos por vezes perdidos e não conseguimos encontrar o caminho de volta, aquele caminho único e perfeito que nos conduz a uma paz interior que nos harmoniza e apazigua. Existem pessoas que se buscam mais incessantemente do que outras, trilham caminhos de certezas, constroem castelos de pedra sólida e chegam a mudar-se para lá, vivendo felizes e realizados nas suas torres e quartos luxuosos Existem também pessoas, que pelas mais variadas razões, apreciam incessantemente a beleza do seu caminho, acabando por não seguir o mapa que lhes foi entregue na excursão, preferindo em vez disso caminhar por aquela estrada de terra batida, mesmo que sofram de alergias ao pó ou tenham pés frágeis e calçado obsoleto. 'Estou Perdido' fala sobre esses caminhos, muitas vezes escondidos e evitados por não apresentarem comodidades, mas que existem por si mesmos e são por isso belos e eternos.» Luis Conceição
 
"estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
ando tão esquecido
o mapa é tão comprido
não me consigo orientar

há quem nasça com outra atitude
pois para mim isto é natural
eu entendo seguir o meu rumo certinho
mas tudo me parece banal

estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
prometi a tanta gente que lá está
e não tenho tempo de avisar

estou perdido não sei o caminho
e agora como vou voltar
prometi a tanta gente que lá está
e não tenho tempo, vou falhar

às vezes tenho a sensação
de não ter mais nada para dizer
e se por um instante eu tiver razão
a verdade ninguém vai saber

porque vivo na minha esfera
e só assim consigo viver
faço malabarismos para me encontrar
mas no fundo quero-me perder

estou perdido não sei o caminho
mas agora não quero voltar
vou continuar o sonho neste sitio estranho
sem ter pressa de acordar

estou perdido não sei o caminho
mas agora não quero voltar
tenho luz à minha frente e
toda essa gente
que espera por mim pode aguardar

tenho luz à minha frente
e toda essa gente
que espera por mim pode aguardar

tenho luz à minha frente
e toda essa gente
que espera por mim pode aguardar"

domingo, janeiro 01, 2023

Maria... e o céu dentro d’Ela

 

A astronave parte e vai p’las infinitas luzes. 
Céus desconhecidos, céus que nunca têm fim. 
No espaço imenso o que encontrará? 
No espaço imenso, Deus! 
 A astronave “pensamento” p’ra onde está voando?

O que será o azul que nunca ninguém lhe tocou? 
O que serão os mundos, esses onde vive Deus? 
Chegar até lá, na vida, o que será? 
No que se tornará? 
A astronave “pensamento” onde está voando?

Uma mulher o sabe: Maria, 
ela como nós sobre a terra, 
ela, Maria, como nós, 
uma vida entre tantas, 
mas Ela, no céu de Deus 
e o céu dentro d’Ela 
e o céu é mesmo Ela, 
uma vida entre tantas, 
mas Ela, Maria, 
na Sua casa o amor 
Ela, Maria, junto de nós 
e o Seu rasto que nos une lá, 
no céu de Deus 
e o céu dentro de nós 
e o céu é ser em nós 

(As estrelas e Maria 
Autoria: Movimentos dos Focolares)


E... voemos pelas infinitas luzes do Novo Ano, e que ele nos seja favorável!

sábado, dezembro 17, 2022

Ero Cras


A partir do dia 17 de Dezembro, o Advento encaminha-nos rapidamente ao Natal.



Alegrem-se os Céus, exulte a terra: 
o Senhor visitará o seu povo.

«O ceptro não se afastará de Judá» (Gén. 49)

O Salmo Responsorial:

=Nos dias do Senhor 
nascerá a justiça e a paz para sempre.  

=Deus, concedei ao rei o poder de julgar 
=e a vossa justiça ao filho do rei. 
=Ele governará o vosso povo com justiça 
=e os vossos pobres com equidade. 

=Os montes trarão a paz ao povo 
=e as colinas a justiça. 
=Ele fará justiça aos humildes 
=e salvará os indigentes. 

=Florescerá a justiça nos seus dias 
=e uma grande paz até ao fim dos tempos. 
=Dominará de um ao outro mar, 
=do grande rio até aos confins da terra. 

=O seu nome será eternamente bendito 
=e durará tanto como a luz do sol; 
=nele serão abençoadas todas as nações, 
=todos os povos o hão-de bendizer.
Salmo 71 (72)


"Eis que vem o desejado de todos os povos 
e encherá de glória o templo do Senhor."
(Antífona da Comunhão cf. Ageu 2, 8)

Ó Sabedoria do Altíssimo, 
que tudo governais com firmeza e suavidade: 
vinde ensinar-nos o caminho da salvação.
(aclamação do Evangelho do dia 17)


17 de Dezembro - um dia bonito, um marco, do caminho da Luz que nos leva ao Presépio. 


[Também neste dia nasceu Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco (17-12-1936)]

_____________
*Ero Cras

quinta-feira, dezembro 08, 2022

Imaculada Conceição



Dogma da Imaculada Conceição:
Maria foi concebida sem o pecado original.

Foi concebida sem mácula do pecado original, diferenciando-se assim de todos os outros mortais. Portanto, ela é cheia de graça, desde o momento de sua concepção.

Este dogma da Igreja foi definido no Século XIX e proclamado oficialmente por Pio IX, na Bula Ineffabilis Deus, em 8 de Dezembro de 1854, após uma longa reflexão e amadurecimento de vários séculos: 

Já em 17 de Outubro de 1320, o bispo de Coimbra, D. Raimundo Evrard, instituiu o culto da Imaculada Conceição em Portugal, mandando que fosse celebrada todos os anos a 8 de Dezembro, na Basílica de Santa Maria de Coimbra, a actual Sé Velha. 

Também em 1646, o rei D. João IV proclamou como rainha e padroeira de Portugal a Imaculada Conceição.


Maria foi preservada do pecado original, por obra e graça do Espírito Santo, por estar destinada a vir a ser mãe de Jesus Cristo, o Filho de Deus que assumiu a nossa natureza humana. 

Foram seus pais São Joaquim e Santa Ana.

--------


Do Evangelho de hoje:
O Anjo disse a Maria:
«Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus. Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.»

Maria confiou e disse SIM:
«Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra».



É nesta resposta conclusiva ao Anjo, que se manifesta a fé de Maria.


A fé consiste, assim, na entrega total a Deus, como fez Maria ao declarar-se serva do Senhor. Uma entrega que leva a que Deus seja tudo na pessoa que nEle confia, e em que a pessoa se dispõe a fazer tudo o que agrada ao seu Senhor.


«Avé, cheia de graça, o Senhor está contigo»


Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, roga por nós, pecadores. Ajuda os teus filhos a dizerem, como tu, um SIM sem reservas.

segunda-feira, novembro 28, 2022

A Hora da Graça Universal - 8 de Dezembro



“Esta será a Minha Hora de Graça”. 

A Santíssima Virgem Maria prometeu que seja o que for que uma pessoa lhe peça na Hora da Graça (ainda que em casos considerados impossíveis) será concedido, se o pedido estiver de acordo com a vontade de Deus. 


Façamos a nossa oração no dia 8 de DezembroSolenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria,  pedindo a Deus as graças necessárias para a nossa vida, por intercessão da Santíssima Virgem, ao meio-dia, nessa Hora da Graça Universal. 

Oração:
«Maria da Imaculada Conceição, por todos os Vossos méritos, abri as portas do Vosso Coração e deixai espalhar pelo mundo todo, graças incontáveis, repletas de bênçãos espirituais e temporais.»

(Fazer os pedidos)

7 Ave-Marias, em honra das 7 dores do Coração Imaculado; 
3 Glórias ao Pai, em honra da Santíssima Trindade intercaladas com: 
“Rosa Mística, rogai por nós”.


_ Rezar o Salmo 51 (50) “Miserere” (do livro de Salmos da Bíblia):

1Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor;
por tua grande compaixão
apaga as minhas transgressões.

2Lava-me de toda a minha culpa
e purifica-me do meu pecado.

3Pois eu mesmo
reconheço as minhas transgressões,
e o meu pecado sempre me persegue.

4Contra ti, só contra ti, pequei
e fiz o que tu reprovas,
de modo que justa é a tua sentença
e tens razão em condenar-me.

5Sei que sou pecador desde que nasci;
sim, desde que me concebeu minha mãe.

6Sei que desejas a verdade no íntimo;
e no coração me ensinas a sabedoria.

7Purifica-me com hissopo, e ficarei puro;
lava-me, e mais branco do que a neve serei.

8Faze-me ouvir de novo júbilo e alegria,
e os ossos que esmagaste exultarão.

9Esconde o rosto dos meus pecados
e apaga todas as minhas iniquidades.

10Cria em mim um coração puro, ó Deus,
e renova dentro de mim um espírito estável.

11Não me expulses da tua presença
nem tires de mim o teu Santo Espírito.

12Devolve-me a alegria da tua salvação
e sustenta-me
com um espírito pronto a obedecer.

13Então ensinarei os teus caminhos
aos transgressores,
para que os pecadores se voltem para ti.

14Livra-me da culpa dos crimes de sangue,
ó Deus, Deus da minha salvação!
E a minha língua aclamará a tua justiça.

15Ó Senhor, dá palavras aos meus lábios,
e a minha boca anunciará o teu louvor.

16Não te deleitas em sacrifícios
nem te agradas em holocaustos,
senão eu os traria.

17Os sacrifícios que agradam a Deus
são um espírito quebrantado;
um coração quebrantado e contrito,
ó Deus, não desprezarás.

18Por tua boa vontade faze Sião prosperar;
ergue os muros de Jerusalém.

19Então te agradarás dos sacrifícios sinceros,
das ofertas queimadas e dos holocaustos;
e novilhos serão oferecidos sobre o teu altar.

_ Rezar o Angelus

_ De seguida, para completar os 60 minutos, também poderá meditar-se na Paixão de Jesus, rezando o Terço, louvando a Deus, ou utilizando outras orações favoritas. 

-------
Nossa Senhora pediu oração e penitência também como preparação para este evento:

«penitência é aceitar todas as nossas cruzes diárias  voluntariamente. Não importa que sejam pequenas, aceitai-as com amor.»

Como oração de preparação rezar em novena -- durante 9 dias antes do dia da Imaculada Conceição, iniciando no dia 29 de Novembro -- o Salmo Miserere (acima descrito); e, eventualmente, também uma oração novena, ou  outra novena, à Imaculada Conceição; e ou, ainda, a oração acima primeiramenre descrita para a Hora da Graça.


-----
Mais sobre a Hora da Graça em:





terça-feira, novembro 15, 2022

Say Yes - Aprender a Dizer SIM




Ø Um percurso pela história das JMJ (Jornadas Mundiais da Juventude);

Ø Visa preparar a vivência da JMJ com a presença do Papa, que terá lugar em Lisboa, no ano de 2023.

O Say yes é um projecto de Catequese para adolescentes (7.º; 8.º; 9,º; e 10.º anos de Catequese) que  está a ser desenvolvido em todo o país.

O projeto Say yes segue, em traços gerais, a história das JMJ nas suas diversas etapas.
Procura que os adolescentes conheçam cada Jornada (tema, mensagem, hino, local), a experiência de alguém que a viveu (vídeo testemunhal), e procurem actualizar para o hoje das suas vidas os desafios lançados na mensagem. Ao longo destes três anos percorrer-se-ão as quinze Jornadas Mundiais da Juventude desde 1986 (Roma) até 2019 (Panamá).

A quem interessar, encontrarão recursos do Projeto Say Yes
em: Centro de Recursos Educris clicando do lado esquerdo da página onde refere Projeto Say Yes

Cada etapa do percurso Say yes estrutura-se em 4 encontros, cujo desenvolvimento é apoiado pelo Diário de Bordo, que pretende ser um caderno «pessoal» do catequizando para registo e aprofundamento do percurso feito.

Say Yes - Aprender a Dizer SIM, «a força do SIM de Maria jovem. 
O sim de Maria foi diferente de um sim como se dissesse: bom, vamos tentar, para ver o que acontece. Maria não conhecia a expressão vamos ver o que acontece. Era decidida, percebeu do que se tratava e disse sim, sem rodeios. Foi algo mais, algo diferente. Foi o sim de quem se quer comprometer e daquele que quer arriscar, de quem quer apostar tudo, sem outra segurança que não seja a certeza de saber que era portadora de uma promessa.» 
(cf. Cristo vive, 44)

segunda-feira, novembro 14, 2022

Para quê sentir em excesso?

Numa conversa sobre futebol veio ao de cima o modo como as pessoas vivem um jogo destes, tocando o fanatismo, quer seja ao vivo ou assistido pela televisão. Pessoas há que levam ao extremo a sua queda ou predilecção por um determinado clube.
Mas isto não acontece só no futebol. A “camisola “ que se veste, às vezes, é muito pessoalisada, muito nossa. Só nossa! E sentimos em nós próprios o que acontece ao nosso “clube”. Quando sentimos demasiado, exageramos demasiado, sofremos demasiado. Pensando bem, acho que devemos minimizar certas situações porque, afinal, os outros também sentem, também sofrem. E tantos, muito bem mais do que nós! Isto fez-me pensar em como, na vida, tudo é tão relativo!

poderá também gostar de:

Partilhas maiores