20080325

Rio

Que rio é este
Que teima em correr
Serpentear?

Rio alado
Açodado
Caudaloso
Revoltoso como o mar
Conturbado
Nutrido de rápidos
Mas de lagos de luar

Este rio
Que me escorre
Que me lava
Que me rega
Me dá vida

Este rio
Que sou
Onde estou
Onde vou

De onde vem
E para onde corre
Este rio
Que corre em mim?

20 comentários:

C Valente disse...

Que o rio n�o deixe de correr
Sauda�es amigas

marta disse...

Muito bonito o teu poema!

Esse rio é vida, é fé, é amor... nasce em ti e irriga outros campos, outras vidas...

Beijo grande!

Tiago R. Cardoso disse...

Grande inspiração que anda por aqui.

importante saber que rio é este, para onde vai não interessa, basta saber que é o meu rio.

Gostei muito do momento.

malu disse...

Que refrigério (grande) Fá, posso dizer deste poema que segura e alegremente corre para A Vida-Foz :)

Lindo!
E vão bjs!

gaivota disse...

os rios correm para o mar...
este teu rio levará o rumo que lhe deres, longo e feliz!
beijinho

mafaoli disse...

Não importa de onde vem ou para onde vai.É preciso nunca deixar parar esse rio que tem vida.
Bjinhos
:)

C Valente disse...

Saudações amigas

Cátia disse...

Este é o rio da vida querida amiga... Podes nao saber onde é a Foz, para onde corre, mas uma coisa é verdade, ele irá sempre... A tua missao é navegar nele, tirando o maximo de privilégios ao longo da viagem...

Beijo grande para ti minha querida

Fa menor disse...

C Valente,
Obrigada.
Saudações amigas


Marta,
Este rio que "é vida, é fé, é amor..." manda-te daqui um beijo grande


Tiago,
é o rio que toca a todos nós...
Bjs


Malu,
Deus te ouça... que o rio corra para a Grande Foz, sempre!
E vão daqui beijos pa ti


Gaivota,
soubesse eu dar-lhe rumo, às vezes...
Beijinho


Mafaoli,
então é preciso dar-lhe a verdadeira Vida!
Beijinho


Cátia,
pois... é preciso que eu navegue e não deixe virar o barco!
Porque não sei nadar ;)
Beijão

Lisa's mau feitio disse...

Querida Fá, qualquer rio corre em direcção ao mar.
Que esse teu rio corra rumo ao mar do bem, da verdade e que te faça flutuar nas ondas dos desejos que tens para ti mesma.

queria também agradecer-te a ajuda logística que me deste na Quadragésima.com, pois andei apagadita da net, com o meu pai numa cama e c a minha avó em fase terminal... E quase me perdi neste desafio...

Obrigada, Fá.

Muitos beijinhos e fica bem.
Obrigada.

Lisa

Fa menor disse...

Olá Lisa!
Espero que o pior tenha passado, e que os teus doentinhos possam enfrentar a doença com esperança e sem muito sofrimento. Não tens que agradecer-me nada, querida, o que fiz foi com todo o gosto.

Ah, e o meu rio... bem... vai sendo navegável...

Beijinhos grandes

Guerreiro da Luz disse...

Olá, desculpa a invasão...

Sem dúvida que é o rio da vida...

Deixo-te uma frase de Paulo Coelho:
«Cada minuto está revestido deste apaixonante mistério: o guerreiro não sabe de onde veio, nem para onde vai.»

Fa menor disse...

Olá Guerreiro, bem vindo!
Podes invadir sempre...
Bj

mafaoli disse...

Olá Fá,
Passei por cá para deixar o desejo de um bom e agradável fim de semana.
Bjnhs

Libelinha disse...

Como é bom ouvir o correr das água de um rio. Dá calma, serenidade e paz.
Que o rio nunca pare de correr.
Fim de semana com muita paz e alegria.
Um abração

Fa menor disse...

Mafaoli,
Para ti igual, amiga, obrigada!
bjins


Libelinha,
agora que falas nisso, evoquei belos momentos em que senti essa calma, serenidade e paz provocadas pelo correr de um rio. Que bom!
Um óptimo fim de semana para ti também.
Bjão

antonio disse...

O rio perde o se impeto quando encontra a força da maré, avança quando o mar o chama, recua quando este o empurra...

liliana disse...

kem sabe se este rio não irá ter à ilha?

beijinho e boa semana

Fa menor disse...

Liliana,
mas que bem!...
A ilha é uma das minhas grandes cataratas.

bjinho grande de boa semana pa ti



António,
É verdade... só que a maré não o é por si própria, é causada pela lua, enquanto que o rio tem vida própria...

liliana disse...

pois, eu vi logo.beijinho gd