segunda-feira, 30 de junho de 2008

Porque choro eu?!

Não sei bem porquê nem como me envolvo, por vezes, de tal maneira no que leio, que sinto tudo tão real!
Há palavras, situações, lugares, personagens... que sinto meus, dos quais não consigo distanciar-me, por muito que tente.
E quando um livro me começa a cativar posso encantar-me de tal modo, que não descanso enquanto não chegar ao fim.

O Monte Cinco, de Paulo Coelho, teve o poder de me levar às lágrimas. Lágrimas soluçadas, mesmo! Tanto, que no dia seguinte acordei de olhos inchados!

Lições de vida.

«(...) separou os humanos em dois grupos. Os que se alegravam e os que reclamavam do que faziam»

«Quem não faz uma escolha, morre aos olhos do Senhor, embora ainda continue a respirar e a caminhar pelas ruas.»

«Afinal, [Deus] dera aos seus filhos o maior de todos os dons: a capacidade de escolher e de decidir os seus actos.»

«O inevitável acontece sempre.»

«O trabalho manifesta a presença de Deus

«A Ti, Senhor, eu gostaria de regressar neste instante.
Quero louvar-Te com a força da minha vontade, e não com a cobardia de quem não soube escolher um caminho diferente.»

«Cada pessoa será responsável diante dEle, por tudo o que escrever.»

(In: Paulo Coelho, O Monte Cinco)

18 comentários:

gaivota disse...

na margem do rio piedra, sentei e chorei...
foi este que mais me tocou, do paulo coelho...
confesso que me emociono facilmente, às vezes, coisas da vida, já se sabe...
boa semana para ti
(continuo em tralhas e mudanças...)
beijinhos

liliana disse...

o monte cinco, foi o primeiro k li de Paulo Coelho e adorei. acho k foi um bom começo pa gostar da sua maneira de escrever. tocou-me bastante. "nas margens do rio piedra, eu sentei e chorei" tambem já li e tambem m tocou bastante. ainda bem k gostou do livro (apesar d n ser o "consumidor final" :) ).

bjinho e boa semana

Fa menor disse...

Lili,
a "consumidora final" deixou eu ler primeiro... ;)
Beijoka

Gaivota,
quando encontramos paralelos entre a nossa vida e, por exemplo, o que lemos, as emoções vêm ao de cima.
Beijinhos

Cátia disse...

Ola querida, tu choras porque és sensível e lindaaaa.. Não conheço o livro, mas soa-me bem. :) Já li alguns livros dele, e fazenm-nos pensar sim. Boas leituras para ti, para a consumidora final e para a liliana ;)

Beijinhos grandes

liliana disse...

olá catia, quando puderes lê o livro pk é lindo.bjinho tb pa ti

Pena disse...

Linda Amiga:
A sua envolvência no que lê, no que escreve e no que pensa são deliciosas de apreciar e ficar encantado.
O seu choro é tão lindo. Chore. Não faz mal. Só prova a grandeza do seu sentir maravilhoso e lindo.
Parabéns! Creio que ganhei a amizade de um Ser Humano fantástico.
Olhe, beijinhos amigos com respeito e estima.
Voltarei mais vezes.
Sensibilizado por tanta beleza e pureza

pena

silvino disse...

os livros fazem-nos viajar. longe da análise analítica. o encanto das palavras que nos inundam, só tem sentido nessa interpretação de sentimentos, nesse mastigar de emoções :)

Fa menor disse...

Cátia,
pois sou ;)
Beijinho para ti

Lili,
beijinho


Pena,
Obrigada pela sua simpatia e do
seu comentário
Beijinhos amigos


Silvino,
bem verdade tudo o que dizes!...
beijinho

Sónia Pessoa disse...

Olá,

vai ao meu cantinho... tenho GRANDES NOVIDADES!

Sónia

Fa menor disse...

Olá Sónia!
... mas que grandes novidades!
Fico feliz quando um sonho se concretiza!
Beijinho

joaquim disse...

Fa amiga

Não sou adepto do Paulo Coelho.
Um dia posso explicar-te porquê.

Mas o teu choro, são as lágrimas dum coração aberto à ternura de Deus.

Se as sentes como um bálsamo na tua vida e não como uma tristeza inexplicável, então Fa amiga alegra-te que Deus toca o teu coração.

Abreijo amigo em Cristo

Paradoxos disse...

é bom sinal!! tens um coração bem humano!!
beijao que te faça sorrir
:-)

Fa menor disse...

Joaquim, meu bom amigo,

"O Monte Cinco" foi o único livro que li deste autor.
É um romance de ficção, inspirado numa passagem da Bíblia sobre o profeta Isaías.
Dele, como de qualquer outro romance, independentemente do autor que o escreve, devemos saber retirar e transportar, (ou não, se nada de bom ou interessante houver), algo para a nossa vida.
Antes de mais devemos interiorizar que é ficção. Depois, procurar saber algo do autor (o que fiz)...
Apesar de tudo isso, consegui ver uma parte bem humana ali retratada e uma busca do divino que o homem de hoje tanto anseia.
Deixo mais duas frases que li:
«Muitas pessoas carecem de sentido para a vida e para a morte»
«Deus continua a falar na balbúrdia do mundo de hoje»

Abreijos muito amigos em Cristo



Edu,
Obrigada.
O meu coração comove-se com as pequenas coisas...
:)
Beijo

Paulo Sempre disse...

Mais tarde ou mais cedo "«O inevitável acontece sempre.»
É isso....

mafaoli disse...

«(...) separou os humanos em dois grupos. Os que se alegravam e os que reclamavam do que faziam»
Este bocadinho dá que pensar, se olharmos à nossa volta parece que o grupo dos primeiros cada vez é mais pequeno, ao passo que o segundo não para de aumentar. Até parece que o homem hoje em dia não encontra alegria no que faz, só reclama, reclama.
Amiga, um bom fim de semana, e aprendamos a pôr alegria nas coisas simples da vida.
;) Bjs

Fa menor disse...

Paulo,
é verdade. Mas não é menos verdade que existem coisas que temos capacidade e poder para mudar...


Mafaoli,
a alegria é fundamental. Estou em crer que ela pode ser o segredo do cristão e a chave da felicidade.
Beijinhos e boa semana

Sérgio Figueiredo disse...

quando se chora, obrigatóriamente, não quer dizer Tristeza, é também Felicidade. E quando essas lágrimas são sentidas, é sensibilidade, é alguém que possui um bom coração.
A vida não é, ou não devia ser, pensar só em nós, mas sim, partilhar as nossas ideias de vida e orientar quem precisa. Contudo, não podemos esquecer, que ao dar também recebemos e esse receber, também é aprender e viver.

Gosto de Paulo Coelho. Uma escrita muito própria e que faz pensar.

Beijo amigo

Fa menor disse...

Sérgio,
sim, pode-se chorar por muitos motivos... e quando não é por dor ou tristeza é bom chorar!
Também acho que antes de se pensar em receber tem que se dar. "Pois é dando que se recebe".

Beijos amigos