20080713

Onde cai a semente?

Naquele dia, Jesus saiu de casa, e foi sentar-se nas margens do mar da Galiléia. Numerosas multidões se reuniram em volta dele. Por isso, Jesus entrou numa barca e sentou-se, enquanto a multidão ficava de pé na praia. E Jesus disse muita coisa em parábolas: «O semeador saiu para semear. Enquanto semeava, algumas sementes caíram à beira do caminho, e os passarinhos foram e comeram-nas. Outras sementes caíram em terreno pedregoso, onde não havia muita terra. As sementes logo brotaram, porque a terra não era profunda. Porém, o sol saiu, queimou as plantas, e elas secaram, porque não tinham raiz. Outras sementes caíram no meio dos espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram as plantas. Outras sementes, porém, caíram em terra boa, e renderam cem, sessenta e trinta frutos por um. Quem tem ouvidos, ouça!»

Os discípulos aproximaram-se, e perguntaram a Jesus: «Por que usas parábolas para falar com eles?» Jesus respondeu: «Porque a vós é dado conhecer os mistérios do Reino do Céu, mas a eles não. Pois, a quem tem, será dado ainda mais, será dado em abundância; mas daquele que não tem, será tirado até o pouco que tem. É por isso que eu uso parábolas para falar com eles: assim eles olham e não vêem, ouvem e não escutam nem compreendem. Desse modo se cumpre para eles a profecia de Isaías: ‘Ouvindo ouvireis, mas sem compreender; olhando olhareis, mas sem ver. Porque o coração desse povo se tornou insensível. Endureceram os seus ouvidos e fecharam os seus olhos, para não ver com os olhos, e não ouvir com os ouvidos, não compreender com o coração e não se converter. Assim eles não podem ser curados’. Vós, porém, sois felizes, porque vossos olhos vêem e vossos ouvidos ouvem. Em verdade vos digo: muitos profetas e justos desejaram ver o que vós estais vendo, e não puderam ver; desejaram ouvir o que vós estais ouvindo, e não puderam ouvir.»

«Ouçam, portanto, o que a parábola do semeador quer dizer: Todo aquele que ouve a Palavra do Reino e não a compreende, é como a semente que caiu à beira do caminho: vem o Maligno e rouba o que foi semeado no coração dele. A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a Palavra, e logo a recebe com alegria. Mas não tem raiz em si mesmo, é inconstante: quando chega uma tribulação ou perseguição por causa da Palavra, ele desiste logo. A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a Palavra, mas a preocupação do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a Palavra, e ela fica sem dar fruto. A semente que caiu em terra boa é aquele que ouve a Palavra e a compreende. Esse com certeza produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta por um.» (Mt 13,1-23)


"Quem tem ouvidos, ouça"


13 comentários:

Sérgio Figueiredo disse...

São palavras que aqueçem o coração de quem ama. Eu aqueço meu coração com as palavras do Senhor e peço muito a sua companhia e a sua protecção. Assim...mesmo vivendo sózinho, eu sinto que alguém se encontra a meu lado. Esse alguém "o Senhor" me dá esse prazer.

Fá...
há poucos dias fez um ano que o meu blog nasceu. Curioso...sabe quem foi o meu primeiro visitante?
Isso...Fa Menor.

Beijo

Fa menor disse...

Sérgio,
O Senhor é a força do crente. E o Seu Amor é o amor por excelência. Saibamos nós ser o terreno ideal a produzir "ora cem, ora sessenta, ou trinta por um".

(Não me lembro de ter estado no teu blog antes)

Bjs

Tiago R Cardoso disse...

Muito bem...

sabes o que eu mais gostava eram as parábolas, ensinavam sempre algo e deixavam-me a pensar.

Fa menor disse...

Tiago,
presta atenção, meu amigo!
As parábolas ensinam. Assim nós sejamos aqueles que as "ouçam"!

C Valente disse...

Saudações amigas e boa noite

Multiolhares disse...

Existe a diferença entre o conhecimento e a sabedoria,
O conhecimento pode ser transmitido por palavras. Por um mestre um professor,
Cada um de nos ao conversar estamos a trocar conhecimentos, mas isto dá aso a cada um de nós ter uma versão muito própria dos factos, mas o conhecimento pode ser transmitido.
Mas a sabedoria, essa não é transmissível por palavras, essa tem de ser experimentada, vivenciada por cada um de nós, e dependendo da elevação espiritual que cada um possui,
Essa experiencia tem uma forma diferente de sentir, mas isso jamais pode ser transmitido por palavras pois perde o verdadeiro significado, certas experiencias, por palavras ficam desfraldadas, por isso as parábolas, foram uma forma de transmitir a sabedoria divina, para quem não tinha uma sabedoria dos céus
beijinhos

Pena disse...

Simpática Amiga:
Semeou sementes importantes por todo o lado, como Deus fez.
Bem-Haja.
As sementes boas perduram e crescem, as más ignoram-se.
Parabéns. Tem sentimentos lindos.
Bj amigos de estima, consideração e respeito.
Muito Obrigado pelo que expressou no meu cantinho.
É linda!(Desculpe!)
Agradecido

pena

Ailime disse...

Muito forte este Evangelho do passado Domingo!
"A semente é a palavra de Deus e o semeador é Cristo. Quem ouve a sua palavra (e a põe em prática) viverá para sempre".
Muito obrigada pela sua partilha!
Um abraço na Paz de Cristo!

Fa menor disse...

C Valente,
Saudações!


Multiolhares,
Gostei muito do teu comentário!
Saibamos nós adquirir essa sabedoria!
beijinhos


Pena,
realmente, o que importa é sabermos espalhar boas sementes, mas também termos um terreno fértil para as acolher.
Não tem nada de que pedir desculpa, amigo!
Beijo


Ailime,
a semente é a Palavra, o semeador é Cristo, nós somos o terreno que deve estar sempre em boas condições para receber a semente, a fim de que ela produza frutos abundantes.
Beijinho

Pena disse...

Simpática Amiga:
Fiquei preso ao seu cantinho e às suas palavras pela pureza. Pela beleza. Pela forma doce como expressa o que vai em si.
Deve ser um Ser Humano fantástico e lindo.
Adorei!
Beijinhos de amizade pura, estima e imenso respeito.
É encantadora.

pena

OBRIGADO por toda a sua amabilidade e carinho deixados no meu cantinho. Bem-Haja por ser terna e deslumbrante, amiga de bem.

Ver para crer disse...

Onde cai a semente - a palavra de Deus? - perguntas.
Somos terra boa? Produzimos frutos?
Disso depende um mundo melhor.

gaivota disse...

as sementes terão que ser depositas num "terreno" saudável e limpo, para que se possa colher a melhor produçao possível!
é com sabedoria e paciência que se fazem os cultivos e com muito amor e carinho...
o fruto, muitas vezes, depende do interior do "produtor"...
beijinhos, minha amiga

Fa menor disse...

Amigo Pena,
Obrigada pelas simpáticas palavras, sempre!
E a mim não tem que agradecer absolutamente nada!
Beijo amigo


Ver para crer,
sim, o que importa é o terreno que somos. Fará toda a diferença.


Gaivota,
o interior... pois é o interior que temos que saber cultivar para que a semente produza frutos abundantes.
Beijos

Podes partilhar também aqui as tuas palavras