quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Desenhar uma pausa

No tempo da pausa não há música;
mas sem a ajuda da pausa a música não acontece.



Assim, também a melodia da vida precisa de tempos de pausas.

Não me importa que a pausa seja de semibreve ou de colcheia...
Prefiro desenhá-la em tons de azul de céu e mar!




Ao longe vê-se a ponte
O céu que muda
Entre o princípio e o fim
Ao fundo vê-se um monte
De casas velhas
De cor entre ocre e carmim
Eu espero no tempo
Algum sinal teu
Enquanto a saudade aperta
Agarro-me ao mundo
Recolho o que é meu
A ver se a vida se acerta
Naquilo que prometeu

Desenho no horizonte
Uma viagem
Que faço sem me mover
E passo sobre a ponte
Para outra margem
Onde pudesse perder
O peso dos dias
A dor do caminho
Que fica agarrada à pele
Se a vida voasse
Para além do destino
Como a cabeça nos voa
Numa folha de papel

A vida passa sempre
Tão apressada
Que pouco podes conter
Os dias são ausentes
Sabem a nada
Se te esqueceres de viver
Agarra o teu mundo
Acende os lugares
Onde se escondem os teus sentidos
E não tenhas medo
Se às vezes falhares
O que importa é o caminho
Que fica
Entre achados e perdidos
(Mafalda Veiga - Entre achados e perdidos)

18 comentários:

Mari disse...

Que lindo este dizer de boas vindas fá!!!
Passei para agradecer as palavras.
Adorei a música, muito legal.

"Se às vezes falhares
O que importa é o caminho
Que fica entre achados e perdidos"

O que importa mesmo é o caminho. beijos, mari!

gaivota disse...

em tons de azul e mar, sempre,
onde reina a paz musical ao sabor de cada um
beijinhos

Cátia disse...

Minha querida,


Vislumbra-se ai já a pausa que irás fazer... :D A vida passa sempre tão apressada, mas não te esqueças de viver cada momento. A viagem que se desenha no horizonte, fazer-te-á bem, será bom perderes o peso dos dias, do caminho, nem que seja por momentos.

Desejo ver sempre esse sorriso lindo no rosto.
Beijinho mt grande

Fa menor disse...

Mari,
pois... o caminho... que devemos ir fazendo sempre... mesmo entre achados e perdidos!
"E não tenhas medo
Se às vezes falhares"
Desenha uma pausa.
Beijos


Gaivota,
os tons de céu e mar têm uma música especial.
Beijos


Cátia,
:D
... faço como manda a canção:
"Acende os lugares
Onde se escondem os teus sentidos"
Beijinhos grandes

liliana disse...

mafalda, k giras as musicas dela. boa escolha! pausa? tá para breve, no entanto esse coraçao não vai parar de acelarar enquanto não encontrar o tão esperado.

ps: vá bem apetrechada para os precauços da viagem :)

pronto agora mando muitos beijinhos (um para cada dia do lado de lá)

Ailime disse...

Lindo poema, linda interpretação da Mafalda Veiga, que eu ainda não conhecia!
Um poema para reflectir!
Bem-haja por tê-lo partilhado!
Que a sua pausa seja bela e feliz, como são estes momentos, que nos proporciona...
Um grande beijinho!

Maria Pires disse...

catia amiga gostei do poema entre achados e perdidos e giro a gente as vezes perde-se no labirinto da vida mas torna-se aencontrar que bom,beijo grande xau.

Cátia disse...

Liliana, nada como um bom beliscão para depois dar logo beijinhos, nao é? :D Espero que estejas bem... Boas férias para ti tambem. Beijinhos



ps. Querida, desculpa usar este teu cantinho como meio, mas até sei que gostas que as tuas meninas se deem bem. ;)
Beijinhos para ti tambem

Fa menor disse...

Liliana,
Se está por demais acelerado!!! ...
... que apetrechos??? pára-quedas ou bóias?!!! LOL
Bjokas, muitas tb


Ailime,
fico contente que os amigos gostem das minhas partilhas :)
Obrigada
Bjinhos


Maria,
de facto, a vida tem tantos labirintos por onde nos perder,
mas é preciso que acabemos sempre por nos encontrar.
Beijinhos


Cátia,
sente-te sempre à vontade por aqui.
Que este espaço seja sempre de partilha e intercâmbio entre todos os amigos. E ainda melhor quando entre duas amigas lindas e queridas!
Beijinhos grandes!
Lili, toca a responder... :P

Ovinho Estrelado disse...

Olá amiga.

O mais importante é que se façam as pausas.

Pinta a tua da cor que desejes e com o cenário que mais paz e tranquilidade te dê.

Desde que a tua alma e o coração se soltem...

Boas pausas. Transparentes como a pauta desta música fantástica que partilhas connosco.

Beijo imenso, minha querida amiga virtual.

(Tenho ido rezar àquele cantinho que me recomendaste... em silêncio. É assim que quero estar.)

Carol disse...

Então, boa pausa!

Eu estou de férias no Poetizr, mas em funções no Cont(R)a Corrente.

Beijinhos e boa semana.

liliana disse...

� para j�. claro para kedas e boias ou ker cair � �gua?:)
� catia um belisc�o agora s� talvez em setembro.temos andado um pouco desencontradas n�o � so Dona Fa�sca? eu tenho faltado ao ritmo catia.f�rias s� pa semana k vem. espero descansar um pouco.

Dona Faisca, porte-se bem e nao se perca por l�. kero-a de volta!!!

bjinho gd par as duas.

joaquim disse...

Amiga Fa

Venho aqui deixar um abraço "pausado" em Cristo de muita amizade

Ailime disse...

Passei para lhe dar um beijinho e agradecer os seus votos expressos no meu cantinho em 07.08.2008, que só agora li.
Bem haja pelas lindas palavras que me transmitiu.
Mais um beijo.

Ecclesiae Dei disse...

Que pausa que acalenta o coração.Obrigada por tão boa pausa.

Fa menor disse...

Ovinho,
Obrigada, amiga. Sim, uma pausa deve permitir paz e tranquilidade se a soubermos pintar com o cenário ideal!
Muita paz no coração para ti e
um grande beijinho


Liliana,
Bom descanso para ti!
Eu volto! e depois falamos!... (eu dou-te a Faísca!!!)
Beijokas :D



Joaquim,
meu bom amigo,
muito obrigada e um grande abraço "pausado" em Cristo também para ti!


Ailime,
:) não era preciso agradecimentos... foi de coração!
Beijinho também para ti


Ecclesiae Dei,
eu é que agradeço por teres "pausado" por aqui!

Ovinho Estrelado disse...

Vim deixar-te um abracinho especial, amiga.

A tua oração na minha parece ter dado alguns frutos.
Obrigada...

Beijo imenso, querida Fá.

Fa menor disse...

Ovinho,
fico contente :)
O Senhor te acompanhe sempre!
Beijinho