sábado, 30 de março de 2013

Uma certeza nos guia...


Hoje venho aqui deixar uma pergunta.

A Quaresma começa na Quarta-feira de Cinzas e termina antes da Páscoa.

É um tempo (quadragésima) de 40 dias de preparação para a Páscoa da Ressurreição de Jesus.

Mas qual é o dia certo em que termina?

É que, com base em algumas pesquisas que fiz: 

1.  "Começa em Quarta-Feira de Cinzas e termina pela tarde de Quinta-Feira Santa": Portal Ecclesia - Quaresma- Secretariado Nacional de Liturgia

 2. "Começa na quarta-feira de cinzas e termina na quarta-feira da Semana Santa": A Quaresma, caminhada para a Páscoa - Paroquia PACO de ARCOS

 3. "Começa na quarta-feira de Cinzas e termina no sábado de Aleluia": Afinal, o que é a Quaresma? - Alvorada On-Line * Jornal Lourinhã

 4. "Começa na Quarta-feira de Cinzas e termina no Domingo de Ramos": Tempo da Quaresma - Paróquia Rosa Mística

 5. "Começa com a Quarta-Feira de Cinzas e termina com o Domingo de Páscoa": entramos na quaresma e veja o seu significado - portucália - Sapo

Perante tanta incoerência, qual é a Resposta Certa: 1; 2; 3; 4; ou 5?
Quem me responde com certeza e convincentemente?


Mas uma certeza nos guia: Jesus Cristo Vive.
Ressuscitou no Domingo de Páscoa, como havia dito. Porque "se Cristo não ressuscitou é vã a nossa fé". (1Cor.15,14.17)

Jesus Cristo está Vivo entre nós, Aleluia!

Desejo a todos uma feliz e santa Páscoa, na alegria de Jesus Ressuscitado.


Adenda
Comentário de José António Carneiro com a resposta correcta: «a Quaresma começa com as cinzas e termina na Quinta feira santa, antes da Missa da Ceia do Senhor e depois da Missa Crismal que o bispo preside e na qual concelebra o clero diocesano e na qual benze os óleos... Nao sei se acaba às 12h ou às 17h... Mas isso é o menos importante... Com a missa da Ceia do Senhor começa o Tríduo Pascal que já nao é Quaresma.

A Carta apostólica de Paulo VI, aprovando as Normas Universais do Ano Litúrgico e o novo Calendário Romano geral, diz, no n. 28: "O tempo da Quaresma vai de Quarta-feira de Cinzas até a Missa na Ceia do Senhor (Quinta-feira santa, à tarde), exclusive".»

sexta-feira, 8 de março de 2013

Elas São Mulheres


Elas são Mulheres
São mil e uma coisas
Ao mesmo tempo entre as mãos
Em luta por aquilo em que acreditam
Sem aceitarem um “não”
São hoje e amanhãs por direitos aguerridas
Dentro de segredos e mistérios
Que lhes poluem as vidas
Tantas vezes assustadas
Amam incondicionalmente
Mesmo quando vêem ser-lhes negado o presente
E quantas vezes cantam
Se lhes apetece chorar
E sorriem
Até quando as suas dores
São custosas de curar

Seguem por desertos estrelas
Ainda que com passos incertos
Vão atrás de sonhos invertendo pesadelos
Cantando aos abismos poesias de degredos
Sem mordaças
E sem couraças para se proteger
Com aquele equilíbrio que só possui a Mulher

Elas são Mulheres
E o mar
O calor
Um areal
A face do sol
Cabelos de lua
Os pés são o chão
À cintura flores
Nas entranhas a dor
Nos olhos o dia
Nas mãos o suor