20080425

Dúvida...



Senhor!
Tenho uma dúvida terrível:
as gaiolas servem para guardar alguém dentro delas
ou para conservar os outros de fora?
Basta reparar
de que lado está a fechadura.
Se todos fossem bons
ninguém mais
precisaria de uma gaiola...

Senhor,
dá ao mundo
mais clareza
de ideias.


(In: Angela Toigo, Um rato fala com Deus)

14 comentários:

Nilson Barcelli disse...

E há tantas gaiolas...

Bfs, beijinhos.

Maria João disse...

Pois é... Bem precisamos de clarear as ideias e os comportamentos...

beijos em Cristo e Maria

Farinho disse...

Devemos pedir a orientação de Deus.

Beijocas

Fa menor disse...

Nilson,
... e de todos os tamanhos e feitios... mas de que lado ficamos?
somos nós que as fechamos por dentro ou por fora, ou são os outros que nos trancam?

Bom fim de semana
Bjs



Maria João,
Pois precisamos, amiga! às vezes é cá uma escuridão!
Beijos


Farinho,
Só Ele, amiga, só Ele nos pode dar a sua Luz para brilhar no meio das trevas.
Beijoca

marta disse...

:)
Depende das gaiolas, por vezes temos as nossas próprias gaiolas onde nos fechamos, para impedir os outros de entrar!

Beijo e bom fds!

Fa menor disse...

Bem dito, Martinha, bem dito!
Bom fim de semana
Beijinho

Menina Soina disse...

Há gaiolas criadas por nós, tipo redomas de vidro,onde nos queremos manter protegidos de toda a tristeza do Mundo.
Mas há outras que são criadas pelos outros. Consciente ou inconscientemente há pessoas que nos cercam e não nos deixam viver livremente.

Seja qual for o tipo, estar preso numa gaiola não é fácil. E mais dificil ainda é libertarmo-nos dessas gaiolas.

Tiago R Cardoso disse...

Bem visto, depende onde de que lado está a fechadura, muito bom.

SOS online disse...

Deixo um beijinho e muito prazer em te ler.
Alda

mafaoli disse...

Que o Espírito Santo ilumine os nossos corações para afastar de nós todas as dúvidas e medos.
Bom Domingo
;)

Libelinha disse...

Que no mundo acabem todas as grades que nos apresionam e possamos voar livremente.
Bjs

Fa menor disse...

Menina Soina,
Concordo contigo.
E confesso que às vezes me apetece fechar-me na minha gaiola, quando me salta à vista toda a porcaria do mundo que me rodeia...
Mas acho que isso seria ser um pouco egoísta. Acho que tenho o dever de me mover livremente no meio de tudo o que não concordo, marcando a diferença.
Beijinho


Tiago,
pois é, dependendo do lado em que está a fechadura, assim nos fechamos ou somos fechados, ou fechamos os outros :)


Alda,
É sempre um prazer sabê-la por aqui. Obrigada por me ler.
Beijinho


Mafaoli,
Digo o mesmo, pois nem sempre conseguimos discernir bem o certo do errado.
Beijinhos


Libelinha,
O que não será nada fácil, amiga. Mas era bom que não fossem precisas grades de qualquer espécie. Seria sinal de uma humanidade perfeita. Alguma vez o será?
Beijinhos

S.S. disse...

Adoro esse livro pequenino!
O ratinho ensina-nos muitas coisas bonitas!
Parabéns pelo blog!
Beijufas
Sara

Fa menor disse...

Olá Sara!
É de facto um livrinho muito simples e belo!
Obrigada pela visita.
Beijinhos