20071108

Opções radicais

“ Tudo é permitido, mas nem tudo convém; tudo é permitido, mas nem tudo edifica” (1 Cor. 10,23)

Somos, com alguma frequência, assaltados por múltiplas solicitações. Propostas de felicidade. Algumas podem ser mesmo propostas radicais. Radicais porque não contemplam meias medidas. Não são mais-ou-menos.

Uma proposta é algo que podemos aceitar e fazer nossa, se nos parecer interessante. Ou então rejeitar, se não nos convir.

Na nossa vida sempre temos que fazer escolhas. Fazer opções decisivas, radicais.

Quando nos sentimos chamados a estas opções, devemos agir movidos pela nossa liberdade.
Mas a liberdade individual não deve ser fruto duma moral privada e subjectiva, confeccionada à medida e ao sabor de cada um.
Também nunca deve ser regulada pela consciência dos outros. Isso deixaria de ser liberdade para se tornar dependência, escravidão.


A liberdade só o é quando provém de nós e não dos outros. Não são os outros que nos tornam livres. Somos nós que tornamos livres os outros, quando sabemos usar a nossa liberdade.

E para que saibamos usar devidamente a liberdade temos que procurar formar bem a nossa consciência.
Uma consciência bem formada é meio caminho para boas opções, especialmente quando implicam radicalidade.
Será através da nossa consciência que conseguiremos discernir o que de facto convém.


“ Sei que posso fazer tudo,
Mas nem tudo me convém.
Tenho liberdade para viver
Minha vida, mal ou bem.
Sei que posso fazer tudo,
Mas nem tudo me convém.
O que escolho fazer hoje
Vou vivê-lo amanhã.”

(Sara Tavares – Escolhas)

9 comentários:

multiolhares disse...

O que é a liberdade
Tantos lutam por ela
Ate guerras são feitas
em nome da liberdade
a que é a verdade
a verdade tem sempre duas caras
como é difícil encontrarmos o ponto
de sustentação
tudo podemos fazer
mas temos de viver sobre códigos de conduta
os que nos ensinam o caminho
beijinhos
luna

malu disse...

Deus deu-nos o dom da liberdade em O escolher e esse é sem dúvida o melhor uso que dele podemos fazer.

Bjs.

Tiago R Cardoso disse...

E eu também já fiz uma opção radical, cortei com o meu passado superficial e comecei a construir um presente e futuro novo.

quintarantino disse...

O prazer da vida radica precisamente em saber usar a liberdade de escolha de que dispomos de forma sábia e ponderada. Nem sempre é fácil e daí nasce mais um encanto.

antonio disse...

Pelo Seu amor, fomos libertados e seremos livres enquanto permanecermos nele... aí reside a chave para o sei que posso fazer tudo, mas nem tudo me convém.

Só o amor pode balizar em liberdade.

marta disse...

Muitas vezes confunde-se liberdade com abuso.

Gostei da reflexão Fa, como aliás, já é habitual!

Beijinhos!

C Valente disse...

Desculpa discurdar, não podemos fazer tudo, depois acções radicais não são as melhores conselheiras
Bom fimm de semana
Saudações amigas

quintarantino disse...

Passei para desejar bom fim de semana, amiga!

Fa menor disse...

Amigos,
apenas dizer que não devemos ter medo de fazer opções radicais.
Podemos ver a radicalidade nas Bem-Aventuranças que são uma porta para a felicidade. Eu sei que é muito mais fácil, no mundo de hoje, ter muito dinheiro; gozar a vida; ignorar a justiça, ou fazê-la pelas próprias mãos; pagar aos outros na mesma moeda; fingir, mentir;...
Mas um exemplo de opção radical é sem dúvida o AMOR a DEUS e ao nosso próximo...

Lanço o desafio:
ATREVAM-SE!!!

Bjinhos

Podes partilhar também aqui as tuas palavras